Publicado em: 10/06/2021 13h59 – Atualizado em: 10/06/2021 14h02

Concordância nominal (VI)

LEMBRE-SE:

 

Para concluir, por ora, nosso estudo sobreconcordância nominal, vamos abordar aqui os casos de concordância do adjetivo predicativo com o sujeito.

Apenas para lembrar, predicativo é o núcleo do predicado nominal e um dos núcleos do predicado verbo-nominal. Tem a função de atribuir uma qualidade ao sujeito da frase. Veja os exemplos a seguir.

“Os abacates estão verdes.”

Predicado nominal: “estão verdes”.  No caso, o núcleo do predicado é o adjetivo“verdes”, que exerce a função de predicativo do sujeito, concordando em número com “abacates”, sujeito da frase.

“As rés deixaram a sala de audiência abatidas.”

Predicado verbo-nominal: “deixaram a sala de audiência abatidas”. O predicado verbo-nominal tem como núcleos o verbo, no caso,“deixaram”, e um nome, o adjetivo“abatidas”, que exerce a função de predicativo do sujeito, concordando em gênero e número com o sujeito “as rés”.

Vale dizer que opredicativo deve concordar em gênero e número com o sujeito simples.

“Os escritoresmais aclamados pela crítica nem sempre são os mais lidos.”

Sujeito simples: “os escritores mais aclamados” – masculino plural; predicativo do sujeito:“os mais lidos”.

 “Apesar de tudo, as pessoas continuam esperançosas em relação ao futuro.”

Sujeito simples:“as pessoas” feminino plural; predicativo do sujeito: “esperançosas” feminino plural.

Oscandidatos chegaram atrasados ao local de prova.”

Sujeito simples:“os candidatos” masculino plural; predicativo do sujeito: “atrasados” masculino plural.

Com o sujeito composto, constituído por substantivos do mesmo gênero, o predicativo fica no plural e mantém-se ogênero. <s></s>

Opsicólogo eo psiquiatra são profissionaisbastanterequisitados atualmente.”

Sujeito composto:“o psicólogo e o psiquiatra”; predicativo do sujeito:“profissionais bastante requisitados”.

Sujeito composto por substantivos do mesmo gênero (masculino“o psicólogo”; “opsiquiatra”), predicativo no masculino plural.

“A onça e a leoa avançavam cautelosas em direção à sua presa.”

Sujeito composto: “a onça e a leoa”; predicativo do sujeito:“cautelosas”.

Sujeito composto por substantivos do mesmo gênero (feminino “a onça”; “a leoa”), predicativo no feminino plural.

Quando o sujeito composto é constituído por substantivos de gêneros diferentes, vale observar que o predicativo ficará no masculino plural.

Pierre Curiee Marie Curie foram laureados com o PrêmioNobel de Física em 1903.”

O tafetá e a seda pura são considerados tecidos nobres, somente usados em roupas para ocasiões especiais.”

Também pode ocorrer a concordância com o substantivo mais próximo, o que só é possível quando o predicativo vem antes do sujeito.

“Estavam alagadas as ruas e os estacionamentos.”

“Onde estará arquivado aquele processo e as certidões?”

Se o sujeito é um pronome de tratamento, a concordância é com o número e com o gênero da pessoa a quem nos referimos.

“Vossa Excelência está enganado, senhor deputado federal!” (concordância com o masculino singular)

“Vossas Excelências parecem surpresos, senhores ministros!” (concordância com o masculinoplural)

Como se pôde verificar neste verbete e em todos os anteriores, as regras de concordância são diversas e abrangem uma infinidade de casos. De todo modo, é sempre bom conhecê-las, até mesmo para ter mais segurança ao se expressar, ou não estranhar quando se deparar com uma construção que pareça um tanto esdrúxula, não é verdade?