Publicado em: 14/01/2021 14h59 – Atualizado em: 14/01/2021 15h00

MAIS BOM? / MAIS MAU?

LEMBRE-SE:

Posso dizer

                                                    MAIS BOM? /  MAIS MAU?

Sim. Dependendo do contexto, o uso dessas duas formas é correto. Veja:

“A vilã da novela das nove, na verdade, era mais boa do que má.”

“Suas atitudes levam-nos a considerá-lo mais mau do que bom.”

Os exemplos acima mostram que, ao se compararem qualidades ou atributos de um mesmo ser, é possível fazer uso de “mais bom” e “mais mau”.

As mesmas ideias poderiam ser expressas desta forma:

“A vilã da novela das nove, na verdade, era antes boa do que má.”

“Suas atitudes levam-nos a considerá-lo antes mau do que bom.”

No mesmo contexto de comparação de qualidades ou atributos, podem-se, igualmente, usar as expressões:

                                                MAIS GRANDE / MAIS PEQUENO

“Pelas suas dimensões, este aposento pode ser considerado mais grande do que pequeno.”

“A cidade onde nasci é mais pequena do que grande.”

                              MAIS BEM / MAIS MAL

“Se comparado a um cenário de deflação, pode-se afirmar que a inflação faz mais bem do que mal. Isso é o que dizem certos economistas.”

“Beber água em excesso pode fazer mais mal do que bem.”