Publicado em: 08/10/2020 20h36 – Atualizado em: 23/08/2021 14h27

Parônimos: mais alguns exemplos (II)

LEMBRE-SE:

Para não confundir

PARÔNIMOS: MAIS ALGUNS EXEMPLOS

Vamos a mais um capítulo de nossa série sobre parônimos, com palavras cuja pronúncia e grafia são semelhantes, porém com significados distintos.

DEFERIR:

atender; anuir ao que se pede ou requer; outorgar; conferir; conceder.
 “Apesar de toda a polêmica envolvendo o acusado, o magistrado deferiu seu requerimento e ele obteve o habeas corpus.”

DIFERIR:

distinguir-se; divergir; discordar.
“Minhas opiniões costumam diferir das suas, mas desta vez, enfim, entramos em acordo.”

ENTUBAR:

dar feição de tubo a alguma coisa.
“Na adolescência, Anne costumava entubar as folhas de seus escritos para arquivá-las na estante.”

INTUBAR:

termo usado na medicina com o significado de introduzir um tubo em uma cavidade do corpo humano.
“Graças à competência da equipe de fisioterapeutas, não foi preciso intubar a paciente, que conseguiu se recuperar sem nenhuma sequela.”

Sobre esses dois termos, vale registrar que, apesar de o Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa fazer distinção entre eles, vemos nos noticiários o uso das duas formas em referência a casos médicos, o que é aceito por alguns dicionários. No entanto, dicionários brasileiros e portugueses especializados em terminologia médica registram apenas as formas com in (intubar, intubação) – prefixo que indica a inserção de algo, donde se conclui que, para assuntos científicos, é preferível o emprego de intubar.

FLAGRANTE:

ato ou fato que se observa e/ou comprova no momento em que ocorre.
“Ao ser surpreendido em flagrante delito, o delinquente não teve como se defender.”

FRAGRANTE:

perfumado, aromático.
“O canto melodioso de pássaros e uma brisa fragrante envolviam o parque ao entardecer.”

INFRINGIR:

 

violar, transgredir, desrespeitar.
“No último feriado, muitas pessoas aglomeraram-se em praias, pontos turísticos e bares, infringindo as regras de distanciamento social.”

INFLIGIR: 

aplicar pena, castigo, repreensão.
“O Governo do Estado de São Paulo poderá infligir multa para quem for flagrado descumprindo a determinação do uso obrigatório de máscaras em espaços públicos.”

INTEMERATO: 

incorruptível; íntegro.
Intemerato e ético, líder nato, Dante foi escolhido por seus pares para gerir as finanças da empresa.”

INTIMORATO:

 

valente; destemido.
Intimorato, suspenso por cordas e andaimes, Genivaldo enfrenta com coragem os desafios de sua profissão de limpador de fachadas de arranha-céus.”

Como se vê, são palavras capciosas. O segredo é ficar atento ao empregá-las na comunicação escrita ou oral.