Publicado em: 04/10/2017 09h47 – Atualizado em: 14/07/2021 16h43

Notícias

EMAG adota autodescrição em seus eventos

14/7/2021

Numa iniciativa de inclusão digital, a EMAG passou a adotar a autodescrição de seus palestrantes nos eventos on-line. O objetivo é garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência visual.

Segundo pesquisa do Movimento Web para Todos (MWPT), com apoio da Fundação Dorina Nowill, menos de 1% dos cerca de 15 milhões de sites ativos do país está preparado para a navegação de pessoas com deficiência. Isso significa que a web brasileira apresenta entraves para muitos integrantes de uma população de mais de 45 milhões de brasileiros que possuem algum tipo de incapacidade auditiva, visual, física, mental ou múltipla.

Com a pandemia, em razão da COVID 19, a EMAG viu a necessidade de migrar todas as suas atividades educacionais para o mundo digital. O recurso da autodescrição dos palestrantes passou a ser adotado a partir do webinário “A Proteção Jurídica às Pessoas Transgêneras”, realizado em 9 de junho de 2021, com o intuito de diminuir as barreiras para deficientes visuais. Essa medida está alinhada com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) nº 10, da agenda 2030 da ONU (Organização das Nações Unidas), que trata da redução das desigualdades.

Transformar uma imagem em palavras é um recurso fundamental para a promoção de uma web inclusiva. O recurso da autodescrição amplia a compreensão e preenche uma lacuna para as pessoas com deficiência visual.

Como fazer uma autodescrição?

Traduza sua imagem em palavras, descrevendo as suas características físicas: cor da pele, cor dos olhos, cor dos cabelos. Especifique se estes são longos, curtos, lisos, cacheados, ondulados ou crespos. Descreva o tipo e cor da roupa que está trajando, se usa óculos (informe a cor, formato e tipo de aro). Eventuais acessórios (brincos, colar, cachecol, gravata) ou algum outro destaque específico também devem ser mencionados.

Descreva com objetividade também o ambiente onde você está, detalhando o que aparece visível na tela, tanto no fundo quanto nas laterais. Por exemplo: cor da parede, quadros, estante de livros, vasos, computador ou decoração visível.

Lembre-se de que a interpretação da imagem deve ficar a cargo do receptor da mensagem. Portanto, não utilize adjetivos ou expressões que remetam a sentimentos ou julgamentos de valor. Tente ser o mais imparcial possível.