As atividades presenciais do TRF3 estão sendo retomadas de maneira gradual. Para atendimento, faça agendamento por e-mail

Publicado em: 25/06/2020 19h06 – Atualizado em: 29/06/2020 17h25

Epidemiologista alerta para risco de agravamento da pandemia

25/06/2020

Há risco de a pandemia agravar-se no Brasil, nas próximas semanas, em decorrência do relaxamento das medidas de isolamento social, conforme avaliação feita pelo epidemiologista Paulo Andrade Lotufo, durante entrevista on-line promovida pela Escola de Magistrados da Justiça Federal da 3.a Região (EMAG) nesta quinta-feira (25/06).

Professor de Clínica Médica na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e pesquisador de renome internacional, Paulo Lotufo falou durante uma hora e meia sobre “Covid-19: cenários e perspectivas”, respondendo perguntas dos participantes.

O especialista comentou que o noticiário recente relacionado ao Estado de São Paulo traz informações contraditórias: por um lado, o aumento dos casos de contaminação e morte e, por outro, a reabertura das escolas a partir de setembro. Ele ponderou que, em outros países, as medidas de afrouxamento ocorreram somente após 14 dias de desaceleração do contágio.

De acordo com Paulo Lotufo, o momento é particularmente crítico no Brasil, porque o isolamento social promovido a partir de meados de março representou um imenso esforço para a sociedade, com elevado custo, mas não alcançou o resultado necessário para o sucesso.

Ao analisar a pandemia no país e no mundo, ele afirmou que a situação é grave também nos Estados Unidos e no México. O epidemiologista explicou que o enfrentamento de pandemias está diretamente relacionado ao contexto político e à maneira como os líderes políticos reagem ao problema.

Paulo Lotufo também falou sobre eficácia de testes e de medicamentos, expectativa de desenvolvimento de vacina e possibilidade de segunda onda.

Coordenadora do evento, a Diretora da EMAG, Desembargadora Federal do Tribunal Regional Federal da 3.a Região Therezinha Cazerta, disse que a informação correta é ferramenta extremamente importante para proteção e combate desse inimigo invisível.

A entrevista foi mediada pela Juíza Federal Márcia Hoffmann do Amaral e Silva Turri e teve a participação da Juíza Federal Raquel Fernandez Perrini, como debatedora.

Confira o vídeo do evento, realizado nesta quinta-feira, dia 25 de junho.