Publicado em: 10/07/2018 18h12 – Atualizado em: 12/07/2018 14h10

Cópias de segurança (backups)

Qual o valor dos seus dados?

 Você já imaginou o que aconteceria se, de uma hora para outra, perdesse alguns ou até mesmo todos os dados armazenados em seu computador? E se fossem todas as suas fotos ou os dados armazenados em seus dispositivos móveis? E se, ao enviar seu computador para manutenção, você o recebesse de volta com o disco rígido formatado? Para evitar que estas situações aconteçam, é necessário que você aja de forma preventiva e realize cópias de segurança (backups).

Muitas pessoas, infelizmente, só percebem a importância de ter backups quando já é tarde demais, ou seja, quando os dados já foram perdidos e não se pode fazer mais nada para recuperá-los.

Funções do backup

Backups são extremamente importantes, pois permitem:

•Proteção de dados: você pode preservar seus dados para que sejam recuperados em situações como falha de disco rígido, atualização malsucedida do sistema operacional, exclusão ou substituição acidental de arquivos, ação de códigos maliciosos/atacantes e furto/perda de dispositivos.

•Recuperação de versões: você pode recuperar uma versão antiga de um arquivo alterado, como uma parte excluída de um texto editado ou a imagem original de uma foto manipulada.

•Arquivamento: você pode copiar ou mover dados que deseja ou que precisa guardar, mas que não são necessários no seu dia a dia e que raramente são alterados.

Como seus arquivos podem ser perdidos

  • Seus arquivos podem ser acidentalmente apagados
  • Seus equipamentos podem:
    • ser perdidos, furtados ou roubados
    • ser danificados de forma irrecuperável
      • por exemplo, por umidade ou queda
    • apresentar mau funcionamento
      • por exemplo, uma falha no disco
    • ser invadidos e seus arquivos apagados
  • Algum aplicativo apresentar mau funcionamento
  • Uma atualização de sistema malsucedida obrigá-lo a reinstalar seus equipamentos
  • O servidor em que seus arquivos estão armazenados apresentar problemas
  • Algum código malicioso infectar seus equipamentos e apagar ou cifrar todos os seus arquivos
  • Alguém descobrir a senha:
    • da conta do seu repositório de arquivos, acessá-la e apagar todos seus arquivos
    • da sua conta de e-mail, acessá-la e remover todas as suas mensagens

Como fazer backups

Para fazer backups você pode usar programas integrados ao sistema operacional, aplicativos específicos, ferramentas desenvolvidas internamente ou, ainda soluções simples, como andar com um pendrive na mochila e enviar uma cópia para seu e-mail ou repositório externo de arquivos. Às vezes, basta pesquisar na Internet ou recorrer à “Central Ajuda” ou ao “Help” do sistema que você usa para descobrir as soluções disponíveis.

A escolha de como fazer depende do tipo do seu equipamento (se é um notebook, desktop, celular, tablet, etc.), do aplicativo que será usado e de questões como conectividade, capacidade de armazenamento, custo e confiabilidade.

Por exemplo:

  • backups na nuvem podem ser muito práticos, mas dependem de conectividade e podem consumir muita banda de rede; (por este motivo, o uso deste recurso é restrito na Justiça Federal da 3ª Região)
  • backups em rede podem ser simples, mas, geralmente, dependem do equipamento estar fisicamente conectado a uma rede específica, o que pode ser difícil em caso de ausências prolongadas;
  • CDs podem bastar para pequenas quantidades de dados, mas, atualmente, é cada vez mais difícil encontrar gravadores e leitores deste tipo de mídia;
  • pendrives oferecem portabilidade, podem ser indicados para arquivos constantemente modificados e ajudam a liberar espaço nos dispositivos (há modelos especiais para celulares e tablets que possuem aplicativos de gerenciamento de arquivos que permitem fazer backup) mas podem ser facilmente perdidos;
  • discos rígidos podem ser usados para grandes volumes de dados, mas podem apresentar falhas.

* Fonte

Cartilha de Segurança para a Internet - CERT.br

Quer saber mais sobre cópias de segurança? Consulte o Fascículo Backup que apresenta dicas para tentar ajudá-lo a criar uma solução que melhor se adapte às suas necessidades.

Lembre-se: Não precisa ser nada complicado, o importante é fazer backups.
cartilha.cert.br/fasciculos/backup/fasciculo-backup.pdf