Publicado em: 04/02/2021 13h51 – Atualizado em: 23/08/2021 14h27

Emprego do hífen (I)

LEMBRE-SE:

Devo escrever

       MICROONDAS ou MICRO-ONDAS?

Com as mudanças estabelecidas pelo último Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, algumas palavras perderam o hífen e outras passaram a ter, como veremos a seguir. Isso causou e ainda causa muitas dúvidas, e até mesmo uma certa polêmica.

1) Quando o primeiro termo, também chamado de “prefixo”,termina com a mesma vogal que começa o segundo, devemos empregar o hífen. Portanto, no caso, a grafia correta é micro-ondas. Pela mesma regra, palavras como anti-inflamatório, micro-ônibus, micro-organismo, que antes do Acordo Ortográfico não levavam hífen, atualmente devem ser hifenizadas.

Como nossa língua sempre apresenta exceções, há que se observar que essa regra não se aplica aos prefixos co, ree pro, mesmo que o segundo termo comece com a mesma vogal que termina o prefixo. Assim, por exemplo, devemos grafar coordenar, coobrigação,coocupante, reeditar, reeducar, reeleição, reescrever, prtico, prstraco (termo da zoologia).

2) Em palavras que têm o primeiro termo, terminado em vogal diferente da vogal que inicia o segundo termo, não usamos hífen. Exemplos: aeroespacial, autoestrada, agroindustrial, coautoria, coedição, extraescolar, infraestrutura, plurianual, semiaberto, semianalfabeto.

 

ULTRASSOM ou ULTRA-SOM: qual a grafia correta?

Nos casos em que o prefixo termina com vogal e o segundo termo começa com r ou s, essas letras são duplicadas e não se utiliza o hífen.

Em relação à questão acima, como o prefixo ultra termina com a vogal a e o segundo elemento (som) se inicia com s, duplicamos o s e não utilizamos hífen. Portanto, a grafia correta é ultrassom. Pela mesma regra, escrevemos, por exemplo: autorretrato, biorritmo, contrassenso, cosseno, megassena, microssistema, minissaia, neorrealismo.

Se o prefixo terminar em vogal e o segundo elemento se iniciar com uma consoante diferente de rou s, também não se utiliza o hífen. Assim, escrevemos: microcomputador, pseudoprofessor, semicírculo, seminovo.