Publicado em: 28/08/2020 18h34 – Atualizado em: 23/08/2021 14h27

Onde/ Aonde

LEMBRE-SE:

Quando usar

ONDE / AONDE

Ambos são termos que expressam a ideia de lugar, mas é importante atentar às diferenças, para empregá-los corretamente.
O advérbio onde indica o lugar em que algo ou alguém está; expressa a ideia de local fixo. Nesse caso, deve acompanhar verbos que indicam permanência como, por exemplo, “estar”, “morar” “permanecer”, “localizar-se”. Podemos substituir onde por local/lugar em que ou, simplesmente, por em que sem alterar o sentido da frase.
“Todos os processos referentes àquele caso estavam exatamente onde deveriam estar, no arquivo.” (Os processos estavam em um local fixo, no arquivo; “... exatamente no lugar em que deveriam estar...”)
“A rua onde se localiza o fórum é bastante movimentada, difícil estacionar nas redondezas.” (“A rua em que o fórum se localiza...”)


Aonde é a combinação da preposição a com o advérbio de lugar onde. Expressa a ideia de movimento ou aproximação. É empregado sempre com verbos dinâmicos, ou seja, aqueles que indicam deslocamento físico de um lugar a outro, como, por exemplo, “ir”, “voltar”, “chegar”. Também se usa aonde com substantivos derivados desses verbos dinâmicos.
“Ela estudou e trabalhou muito até chegar aonde está.”
Quem chega, chega a algum lugar.
“Os policiais descobriram por acaso o cativeiro aonde as vítimas eram levadas.”
As vítimas eram levadas a algum lugar.
“Para a vítima de um crime, é sempre muito difícil a volta aonde tudo aconteceu.” (“... a volta ao lugar onde tudo aconteceu.”)
Em todos esses casos, há o sentido de destino, expresso pelos verbos “chegar” e “levar” e pelo substantivo “volta”.


É SEMPRE BOM LEMBRAR:
Não se pode usar nenhuma outra preposição combinada com aonde. Assim, se um determinado verbo de movimento vier precedido de preposição, deve-se optar pela forma onde.
Atéonde vai a desfaçatez daquele cidadão?”
Aqui, a preposição até dispensa o uso da forma aonde.
“Todos os visitantes devem seguir por onde indicam os guias, para não se perderem.” (e não por aonde)

2    Apesar de serem verbos com a ideia de movimento, “entrar” e “buscar” não são regidos pela preposição a. Por isso, em frases como nos exemplos a seguir, usa-se onde.
“A sala onde aquele funcionário entrou está reservada para a reunião hoje à tarde.”

Quem entra, entra em algum lugar.
“Os agentes buscaram o foragido até mesmo onde todos sabem que ele não estaria.”
Quem busca, busca em algum lugar.

Enfim, são particularidades da nossa língua com as quais frequentemente nos deparamos na comunicação escrita ou oral.