Publicado em: 14/01/2021 14h40 – Atualizado em: 23/08/2021 14h27

Regência do verbo IMPLICAR

LEMBRE-SE:

Regência do verbo IMPLICAR

O verbo implicar apresenta diferentes significados e, consequentemente, diferentes regências. Às vezes, requer o uso de preposição; outras, não. Para empregá-lo corretamente, é importante observar o sentido que queremos dar a ele em nossa mensagem.

1) Empregado na acepção de “trazer consequências”, “ocasionar”, “causar”, “acarretar”, implicar é verbo transitivo direto, ou seja, vem diretamente acompanhado do seu complemento, dispensando o uso de preposição.
“O atraso reincidente no pagamento da dívida implicou multa elevada ao devedor.”
“A desobediência às normas de trânsito implicou a suspensão da carteira de habilitação do condutor do veículo.”

Nessa acepção, é muito comum a colocação desnecessária da preposição  em. É importante observar que se trata de uso não avalizado pelas gramáticas e manuais de referência.

2) Implicar também tem regência direta com o sentido de “fazer supor”, “dar a entender”.
“O histórico da carreira daquele cientista implica um grande conhecimento do assunto.” “Todo o contexto averiguado pelos peritos implica crime passional.”

3) Como verbo pronominal, com o significado de “envolver-se”, “enredar-se”, implicar-se é transitivo indireto. Nesse caso, seu complemento deve ser introduzido pela preposição em.
“Por imprudência, eles se viram implicados em situações embaraçosas.”
“Depois de um período de reclusão, eles voltaram a implicar-se em negócios escusos.”

4) Com o significado de “envolver alguém em complicação ou embaraço”, “enredar”, “comprometer”, implicar é transitivo direto e indireto. Deve-se construir com objeto direto de pessoa e objeto indireto de coisa, empregando-se a preposição em.
“Os colegas de Artur implicaram-no em transgressões que ele não praticou.”
“Agindo de má-fé, Lucinda implicou Laura num grande mal-entendido.”

5) Com o sentido de “ter implicância com algo ou alguém”, “antipatizar”, “embirrar”, “hostilizar”, implicar é transitivo indireto e seu complemento deve ser introduzido pela preposição com.
“Desde a primeira vez que a viu, Leandro implicou com Lara gratuitamente.”
“Aquela concessionária oferece serviços de primeira qualidade, mas Pedro deixou de ir lá porque implicou com um dos atendentes.”

6) Também se usa implicar com (algo) quando se quer expressar o sentido de “ser incompatível”, “não se harmonizar”.

“Aqueles dois políticos jamais poderiam formar uma aliança, pois o projeto de um implicava com o do outro.”
“O juiz deixou claro em sua sentença que, além de ser ilegal, a atitude daquele réu implicava com regras básicas de moral e bons costumes.”